sábado, 20 de setembro de 2014

Receita | DIY - O meu jantar...

Olá olá,

A mãe não está, uma pessoa tem que fazer algo para se alimentar não é? :)
Ela até deixa umas ideias e dicas do que fazer mas aqui a menina gosta de inventar.

Fui à net ver o que podia fazer com massa (esparguete) e apareceu-me a receita de Macarrão com Atum e Molho de Tomate. (aqui)

Ora bem vi se tinha o que era preciso e como era fácil ficou o jantar programado :)

Ingredientes:
400 gr Tomates maduros sem sementes e cortados em pedaços
350 gr Macarrão
50 gr Atum em lata
1 cebola
1 dente de alho
Queijo ralado
Orégãos
Sal
Pimenta
50 gr de Azeite

Usei os mesmos ingredientes mas não as mesmas quantidades até porque não sou muito boa nessas medidas, gosto de fazer "a olho", conforme sei e gosto :)



Preparação:

Refogue a cebola e o alho picados, no azeite.
Acrescente o tomate e deixe cozinhar.
Junte o atum e tempere a gosto com orégãos e pimenta e, se necessário uma pitada de sal. Entretanto coza o macarrão em água e sal, coando quando estiver "al dente".
Misture suavemente com o molho preparado e bastante queijo ralado.
Sirva imediatamente.

Eu não tinha queijo ralado então peguei no fatiado que tinha e cortei em pedacinhos pequenos e serviu perfeitamente. Ficou ótimo.
Aqui fica o resultado final desta experiência.

Espero que tenham gostado!

Beijinho e até ao próximo post.

Workshop de Vídeo


Olá olá,

Quem me conhece sabe que não gosto de estar parada muito tempo e porque partilhar informação e adquirir conhecimento nunca é de mais decidi participar ontem, gratuitamente, num workshop de vídeo na Casa da Juventude de Gondomar. Tive conhecimento através da página de facebook deles (aqui)

Foi um workshop do programa de formação em informática do Pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Gondomar, mas desta vez destinado à edição e manipulação de imagem com recursos a ferramentas gratuitas e não profissionais.



url
Cingiu-se essencialmente na explicação do conceito de vídeo e apresentação de algumas ferramentas gratuitas que podemos aceder em nossas casas. Achei interessante este tipo de iniciativa para os munícipes com idade superior a 16 anos, onde podem aprofundar os seus conhecimentos.

Todo o workshop estava muito bem planificado/organizado. 
A sessão teve inicio numa simples explicação do conceito "vídeo" seguindo-se de uma breve explicação dos seguintes temas Youtube, VLC media player, DVDVídeoSoft e Windows Live Movie Maker, acompanhado de 5 exercícios práticos em que todos eles se interligavam.



Agora vocês dizem... "Ahh!!! Mas oh Cristiana isso é algo que hoje em dia a maior parte das pessoas já sabe." 

E eu digo..."Nem todas. E é de louvar ter sessões destas com duração de 2 horas em que explicam ao pormenor e se for preciso individualmente, gratuitamente. Ah e ainda com direito a certificado de participação."

Claro que não estou aqui a enganar ninguém, isto é algo para iniciantes e não para quem já tem muita prática ou alguma formação. 

Eu pessoalmente fui pela experiência porque nunca tinha participado em nada semelhante. Fiquei a conhecer o DVDVídeoSoft e pelo que vi é um mix de programas que nos podem dar muito jeito. Se estiverem interessados(as) faço um post mais detalhado sobre o assunto.

Beijinhos e até ao próximo post.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Exercício físico #1 - aplicação endomondo

Olá olá
Vejam o que descobri... decidi partilhar com vocês.
Quem disse que andar a pé ou de bicicleta é chato?
Agora até aplicações para os nossos smartphone/android temos para nos orientar o treino :)
Já ouviram falar da endomondo? É como ter um personal trainer no nosso bolso e o melhor é que é totalmente gratuito :)




Já conheciam ou experimentaram? Quero saber como andam os vossos treinos. Eu já fiz o meu e vocês?

Beijinhos e até ao próximo post.

domingo, 14 de setembro de 2014

Ludgero Rosas

Olá olá :)

url da pesquisa
Na passada sexta-feira tive o prazer de assistir na minha terra (Gondomar) Ludgero Rosas.


Para quem nunca ouviu falar é Pianista, cantor e compositor, nasceu no Porto a 10 de Junho de 1981. Começou a tocar piano aos 10 anos.

Para mim é o Rei das teclas e para quem diz que o que ele faz é gravado é pura inveja. Juro que me arrepiei.




Deixo-vos um cheirinho de como foi :)

Atenção! Este post não é publicidade mas sim apenas uma opinião de alguém que aprecia música ;)

"Agora o livro sou eu"

Beijinhos e até ao próximo post.

domingo, 7 de setembro de 2014

Regresso às aulas - Universidade?

Olá olá.

Sigo algumas youtubers e bloggers e o tema que circula aqui pela blogosfera é o regresso às aulas, dicas, opiniões, partilha de experiências. Então decidi trazer-vos algo semelhante mas com um toque especial, uma vez que já terminei o ensino superior há um ano.

Chegou aquele momento em que descobrimos que entramos no ensino superior. Sentes aquele friozinho na barriga porque não sabes bem o que te espera? Pois é... Eu lembro-me desse dia até hoje. Foi uma mistura de emoções. Alegria de um sonho, de mais uma conquista e alguma tristeza por ir para longe da minha residência. Estou certa que muitos devem partilhar do mesmo sentimento.

Sim sinto saudades daquela boa vida, muito estudo, muitas viagens de metro, muitas conversas, muita música, muitos trabalhos de grupo que chegavam ao ponto "meninas agora vamos trabalhar".
E sim agora olho para o material escolar e dá-me saudades de chegar a esta altura e ir comprar as minhas coisinhas e voltar à rotina.


O ensino superior ajuda-nos a crescer como pessoas.

Entrar no Ensino Superior seja ele Universidade, Politécnico ou Privado é sempre uma experiência muito enriquecedora. 

EXPERIÊNCIAS
Bolsa de Estudo
Em 2008 ainda tive que preencher muita papelada mas hoje em dia é um processo muito mais fácil e todo feito online. Não custa nada tentar a nossa sorte. Fui bolseira durante os 3 anos da Licenciatura e foi uma grande ajuda, o que me permitiu focar nos estudos e obter bons resultados e não ter que arranjar um part-time para conseguir pagar as propinas.
Como todos sabem quem trabalha e estuda tem que fazer um esforço maior porque o tempo de estudo acaba por ser sempre mais reduzido. Para mim quem o consegue fazer é uma pessoa muito forte e acho que se deve dar valor por um jovem de 18 ou 19 anos no início da sua carreira académica por opção ou não, conciliar as duas coisas por um sonho. 

Material Escolar
Na minha opinião o melhor é ter um caderno pequeno para a primeira semana de aulas e ver como serão as disciplinas do 1º Semestre. E depois sim comprar conforme o que vemos ser necessário.
Eu pessoalmente cometi o erro no 1º Ano de comprar um caderno por disciplina. Acabou por ser cadernos a mais. No 2º Semestre já comprei um caderno de capa dura e separei as disciplinas por cores. Se precisa-se de mais algum iria comprando conforme a minha necessidade. Isto resultou para mim durante todo o curso.
Vantagens: Mais leve e caso precise de consultar ou estudar alguma disciplina que não tinha no dia tenho sempre os apontamentos comigo.
Outra opção é também comprar uma capa de argolas e ir adicionando folhas conforme a nossa necessidade. Gosto desta opção porque fica tudo muito organizadinho mas não era a mais prática para mim porque com as deslocações que fazia acabava por andar mais carregada e as folhas iam soltando.
Uma solução para isso era deixar as folhas em casa no fim de cada matéria.
Mas não é a minha preferida. 

Praxe
Há muita polémica com as praxes mas a praxe é como tudo na vida. Vamos ouvir muito Não, vamos ter que ouvir e calar muitas vezes, vamos ter que dar o litro mas também vamos divertir-nos muito, conhecer pessoas que nos vão marcar. E praxe é isso mesmo, é criar uma experiência, preparar-nos para a vida e ajudar-nos principalmente a integrar-nos socialmente na nova "escola". 
Claro que já se sabe que há pessoas e pessoas e infelizmente nem sempre é como deveria ser. Mas isso cabe a nós decidir o que devemos ou não fazer. E a minha mentalidade sempre foi, estou aqui para me divertir, estou aqui porque quero e não porque fui obrigada. E não vou fazer nada que não queira.

Estágios
Algo que os meus professores sempre incentivaram foi realizar estágios por algum tempo para adquirir experiência durante a formação e ver realmente se vamos gostar na prática o que andamos a estudar. Outra opção seria fazer Erasmus.
Eu optei durante a Licenciatura por realizar dois estágios extracurriculares e um curricular e durante o Mestrado realizar a Dissertação em ambiente empresarial. Tudo não remunerado.
Hoje vejo que assim fui construindo o meu currículo aos poucos e que foi através desses estágios que consegui o meu primeiro trabalho remunerado.

Amizades
O óbvio são as amizades que se fazem durante o curso, a ligação que se cria porque estamos ali todos com o mesmo objetivo. Conheci ótimas pessoas do curso e fora dele. Pessoas mais novas e mais velhas do que eu. É uma sensação ótima, não aprendemos apenas dentro da sala de aula acreditem... A partilha de informação entre colegas é essencial na nossa aprendizagem (isto é a profissional que há em mim a falar ahah para quem não sabe sou formada em Ciência da Informação).
Já se sabe que há inveja e competitividade em todo o lado, até mesmo na escola. Ter um grupo de três ou quatro elementos a fazer um trabalho de grupo mas toda a turma estar com dificuldades a realiza-lo e conseguirmos estar todos unidos independente da nacionalidade de cada um e conseguir realizar o trabalho ajudando-nos uns aos outros é uma sensação fantástica. Todos contribuíram e partilharam com o que sabiam e todos se conseguiram safar. Isto aconteceu-me! 

Oportunidades de emprego e formação IEFP
Mesmo na reta final da minha dissertação surgiu uma oportunidade do IEFP em realizar um estágio profissional durante um ano.
Pensei se conseguiria conciliar as duas coisas de modo a não estragar o resultado final da tese mas como tinha tudo organizado e adiantado, achei que com mais um esforço iria conseguir. Fui a entrevista e consegui o emprego. 
Devem estar a pensar e a tese? Pois é... a tese...acabei-a :) foram quase 2 meses a trabalhar e a fazer a tese. Como os colegas de trabalho foram sempre compreensivos e não complicaram nada se precisa-se de me ausentar para ir à faculdade, correu tudo bem :)

Agora...Um ano depois estou novamente inscrita no IEFP já com inscrição para formações modulares mas a aguardar ser chamada.
E vocês perguntam... e férias? Pois é... não tive. Terminei mestrado e continuei a trabalhar durante um ano sem férias. Eu sabia que seria um ano de estágio e férias podiam ficar para depois. 
Estou no início de carreira e acredito que há sacrifícios que um dia serão recompensados :)

Desejo a todos que estão a viver o momento de serem colocados na Universidade muitos PARABÉNS e aproveitem aquilo ao máximo porque passa muito rápido.

Beijinho e até ao próximo post.